Coluna

cervicotoracico

Cervicotorácico

Consistem de um apoio mentoneano e occipital conectado a um apoio esternal e torácico anterior e posterior. São importantes por fornecerem também um importante suporte lateral.

São muito usadas em pacientes com traumatismos cervicais, devido ao orifício traqueal ,a facilidade de colocação e de ajustes necessários.São leves e muito confortáveis,podendo ser usadas no pós operatório imediato proporcionando uma estabilidade da coluna cervical adequada e aliviando a dor do paciente.

Indicações: Cervicobraquialgias, Pós Operatório, Fraturas e luxações.

Colete de Milwaukee

Indicações: Correção de deformidades como escolioses, hipercifoses e lordoses. Má postura dos ombros. Possuem almofadas axilares, torácicas e lombares.

MECANISMOS DE AÇÃO:

– Reduzir a gravidade
– Melhorar a postura ativamente
– Fortalecer a musculatura
– Exercer uma pressão póstero-lateral constante com ação de endireitamento e derrotação.

DESCRIÇÃO DO APARELHO:

Cesto pélvico anterior: 1 cm da sínfise púbica até 1cm do apêndice xifóide. As partes laterais contornam a pelve acima das cristas ilíacas prolongando-se posteriormente por cima dos glúteos (1/3 inferior). Apresenta um anteparo superior ás cristas ilíacas com objetivo de ancorar a cesta sobre esta região.

A parte superior do colete esta ligada anteriormente a cesta com uma barra anterior central que se estende até um colar cervical com lingüeta e 2 apoios occipitais.
Dos apoios occipitais descem 2 barras paravertebrais que unem-se á parte posterior do cesto pélvico.

COMPONENTES:

» Coxins Laterais
Restringem as curvas laterais

» Coxins Póstero-Laterais
Impedem a deformidade retatória lateral adicional e indicam ao paciente o sentido em relação ao qual separar-se para os exercícios.

» Componente Pélvico

» Anel Cervical
Aplica forças separadoras que alongam a coluna diminuindo assim as curvas cervical, torácica e lombar.

» Barras anteriores e posteriores
Não devem tocar o paciente. OBS: Os coxins são posicionados ligeiramente inferior ao ápice das curvas escolióticas, pois a compressão é transmitida através das costelas que estão obliquamente articuladas em relação aos corpos vertebrais

Indicações: Escolioses idiopáticas de grau moderado e de crescimento imaturo. Geralmente para Escoliose com Grau de COBB II-30 a 45/50 graus.

Órtese Toracolombosacral (TLSO)

São órtese moldadas que possuem um contato quase total.Assim a distribuição de peso é mais uniforme e mais sustentação é proporcionada. Esta órtese se estende desde a pelve até a porção superior do tórax. São órteses estáticas.

Indicações: Fraturas, correção de deformidades da coluna como escoliose. São muito usadas em casos de deformidades da coluna vertebral de origem neuromuscular como poliomielite, paralisia cerebral, distrofia muscular, certos casos de mielomeningocele.